Rosany Costa

Textos


 Ao amor.

Eu que declarei-te válido quando
sentido e vivido irrestritamente.
Eu que a ti me entreguei,
desbragadamente.
Eu que a ti vivi e sorvi,
opcionalmente.
Eu que a ti fiz-me fiel,
professamente.
Eu que por ti e em ti pautei vida!
Quando te impus limites,
traí-te.
Quando sufocado te encarcerei,
traí-me.

 
Rosany Costa

©2010
 
Imagem: lágrima /sem autoria


Rosany Costa
Enviado por Rosany Costa em 09/11/2010
Alterado em 04/06/2011

Música: Coração Valente - Enya

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Áudios Relacionados:
AO AMOR - Rosany Costa


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras